Maestro Reginaldo Nascimento é o novo cidadão ribeirão-pretano


Mineiro, de Belo Horizonte, Reginaldo Nascimento será o mais novo cidadão ribeirão-pretano, a partir do dia 7 de dezembro. Às 20h, ele recebe o título na Câmara Municipal de Ribeirão Preto. Reginaldo tem 42 anos e chegou à Orquestra Sinfônica de Ribeirão Preto em 1993.

Ele iniciou seus estudos musicais na Congregação Cristã no Brasil. Posteriormente estudou na Universidade Livre de Música, em São Paulo. Teve como professores  Nadilson Gama,  Elina Suris e Claudio Cruz.

Como solista e camerista, se apresentou junto à Orquestra Jovem do Estado de São Paulo, Orquestra de Câmara do SESC Vila Nova, Orquestra Municipal de Barretos, Orquestra do Festival de Prados e Orquestra Sinfônica de Ribeirão Preto. Em turnê pelos Estados Unidos em 2015 e 2016, realizou recitais na Tarleton University, Hardin Simmons University, no Texas, e na Southern University na Lousiana.

Como regente participou de masterclass na Polônia, com o maestro Jonathan Brett, e na Hungria, com a maestrina Ilóna Meskó. É vencedor do segundo prêmio da 2nd Conducting Competition  na Hungria, em 2012. É comendador da “Ordem do Mérito Carlos Gomes”, pela Associação Brasileira de Arte e Cultura.

 

Como regente convidado, atuou à frente da Radomska Orkiestra Kameralna (Polônia), MÁV Symphony Orchestra (Hungria), Murmansk  Philharmonic  Orchestra (Russia), Sonoma County Philharmonic (EUA), Louisiana Chamber Orchestra e Orquestra Jovem do Estado de São Paulo. Foi diretor artístico e maestro titular da Orquestra de Câmara do Conservatório Carlos Gomes, Orquestra Filarmônica Jovem de Ribeirão Preto e da Camerata Jovem Beethoven.

 

Participou como regente assistente do Festival de Inverno de Campos do Jordão em 2011 e como regente da orquestra de câmara do Festival de Música de Curitiba em 2015 e 2016.

Atualmente é professor e maestro titular da Orquestra Acadêmica ALMA-Academia Livre de Música e Artes e maestro adjunto da Orquestra Sinfônica de Ribeirão Preto. É formado em música pela Universidade de São Paulo.

 

“Estamos orgulhosos, eu, minha esposa Kelcylene e meus filhos, pois trabalhar com música não é fácil em nosso país, mas Ribeirão Preto é uma cidade diferenciada que recebeu a mim e minha família como uma plateia entusiasmada ao final de um concerto. A Ribeirão dedico esta homenagem”, disse o maestro.

Posts Relacionados

LEAVE A COMMENT

Autora


ViCk Sant' Anna

Facebook FanPage

Conheça mais

Parceiros