Deborah Colker abre Feira do Livro de Ribeirão com espetáculo inédito


 

deborahcolker

Foto: Luiz Cervi / Fundação Feira do Livro

A  Companhia de Dança  Deborah Colker apresentou na noite desta quinta-feira, 15,  no Theatro Pedro II na abertura oficial da 14ª Feira Nacional do Livro de Ribeirão Preto,  o espetáculo “Belle”.
Inspirado no romance francês de Joseph Kessel,  mais conhecido por inspirar A Bela da Tarde, filme de Luís Buñuel com Catherine Deneuve de 1967,  ganha agora  nova releitura.

 

belle

Foto: Flavio Colker/ Divulgação

Ribeirão Preto é a segunda cidade a receber a peça ‘Belle’, já apresentada em Paulínia (SP).

Para que a peça pudesse reproduzir com naturalidade e elegância a sensualidade de um bordel, Deborah abordou detalhe por detalhe, “da sapatilha de ponta ao salto alto”, e dialogou muito com seus bailarinos. “Não pode ser somente um clichê. Tínhamos que fazer isso de uma forma que não ficasse vulgar, que não ficasse apelativo. Então, fomos conversando, fomos trocando ideias, até que a bailarina, mesmo sem tirar a roupa, conseguisse se expor, conseguisse mostrar a sensualidade da personagem. Demos um toque clássico ao contemporâneo.”

 

deborahcolker1

 

A montagem traz a história de Séverine, uma jovem rica e bonita, porém infeliz.Ela amava o marido, mas sentia que ele não satisfazia seus desejos.

Sabendo que, por problemas financeiros, uma amiga estava frequentando um bordel, a personagem resolve conhecer o lugar.

Assim, ela decide trabalhar como garota de programa durante a tarde, enquanto à noite retoma sua rotina de mulher casada e dama da sociedade.

dc

Foto insta @blogvicknews

Uma inspiração para os apaixonados pela dança, como eu e minhas colegas do ballet que assistimos encantadas a este belíssimo espetáculo.

dc1

Foto insta@blogvicknews

E na manhã seguinte ainda desfrutamos de preciosos momentos com a coreógrafa em um descontraído bate papo.

deborah7

Deborah falou, entre outras coisas,  sobre a emoção de ter sido a primeira mulher a dirigir um espetáculo pela trupe canadense “Cirque Du Soleil”.

deborah

 

Para Deborah, a busca pelo conhecimento guardado nos livros, tão importante para o seu trabalho, deve ser semeada em grande escala por meio de eventos como a Feira Nacional do Livro.

“Todo mundo tem que ter um livro dentro do coração, cada um vai escrever nele a sua história, vai escrever o que viveu.”

Para a coreógrafa, em plena era digital, os livros ainda são essenciais. “Eu acredito que o único caminho para a humanidade é o conhecimento e conhecimento é livro”.

E falou também sobre o espetáculo apresentado na noite anterior.

deborah5

“Belle é muito bonito, é muito elegante, é emocionante. É um espetáculo popular, porque é algo humano, há uma identificação com o público.  é uma peça que  fala sobre a humanidade, a busca pelo prazer e pelo amor ”

A  livre adaptação para os palcos traz, segundo a coreógrafa, a busca da humanidade pelo amor e pelo prazer. “É a minha versão sobre a obra, minha dança, meu balé. O espetáculo fala sobre alguém que tem tudo, mas falta alguma coisa. Tem um vazio existencial que o mundo não preenche.”

 

deborah6

Deborah finalizou dizendo emocionada: “Eu gosto é de gente”

Foram momentos realmente preciosos que não podiam terminar sem um “Selfie” meu com essa diva.

Valeu muito!!!

 

 

 

Posts Relacionados

LEAVE A COMMENT

Autora


ViCk Sant' Anna

Facebook FanPage

Conheça mais

Parceiros