#MODA: Haight, Neriage, Another Place, Flavia Aranha e Också são os estreantes da próxima edição do SPFW


Espaço Arca, onde acontece pela segunda vez o SPFW (Foto: Divulgação)

 

Novidades do SPFW: serão cinco os estreantes da edição N47 da semana de moda paulistana, que acontece entre os próximos dias 22 e 27 de abril – Haight, Neriage, Another Place, Flavia Aranha e Också. “Estamos vivendo uma disruptura na moda e essas marcas refletem este momento”, explica Paulo Borges. A temporada, que começa com um desfile de Reinaldo Lourenço no Farol Santander, ocupará novamente o espaço Arca.

Rafaella Caniello à frente da Neriage (Foto: XXXXX)

Vem da plataforma de Novos Talentos do Veste Rio (projeto da Vogue em parceria com o Ela, do jornal O Globo) duas das estreantes: Haight e Neriage. Fundada em 2017 por Rafaella Caniello, a Neriage aposta em peças poéticas com ricas texturas. “A coleção do SPFW falará sobre movimento através da simbologia da dança e em um sentido de devaneio, que vem da necessidade atual de desligar-se da realidade e valorizar o sonho e a imaginação”, adianta a estilista, que batizou a coleção de Ensaio Sobre Nós. “É uma síntese de tudo o que vivi até hoje e todas as pessoas que passaram por esse processo.”

Marcella Franklin, à frente da Haight (Foto: XXXXXXXXX)
 
Quero mostrar volumes e shapes diferentes dos que a gente costuma ver na moda praia convencional”, conta Marcella Franklin, da Haight, grife carioca de beachwear lançada em 2014 e conhecida pelas criações sofisticadas que circulam também pelo asfalto. “Além de mostrar a marca em uma escala maior pela primeira vez, espero que esse desfile seja uma celebração e um agradecimento a todo mundo que sempre esteve junto da Haight, como a Vogue.”

“Hoje uma marca não precisa ser grande para ser relevante. Existem criadores que vendem apenas online, não possuem lojas físicas ou têm distribuição de atacado – e esses novos formatos dão mais liberdade para a moda”, pontua Paulo. “O SPFW sempre buscou o novo, esteve aberto a esse mundo que estamos vendo, focou em novos protagonismos e ciclos da moda. Ao longo dos últimos dez anos, o evento foi uma plataforma de criatividade e um agente de transformação – e estamos vivendo um novo momento na moda.”

xxxx (Foto: Divulgação)

Enquanto a Another Place desenvolve peças completamente sem gênero, com modelagens capazes de vestir qualquer tipo de corpo, Flavia Aranha é nome chave da sustentabilidade no Brasil. “Flavia cria uma moda autêntica e conectada com o futuro. Há tempos gostaríamos de tê-la no line-up e esperamos até ela sentir que era o momento certo”, diz Paulo. Já a Också, comandada pelo gaúcho Igor Bastos e cuja sede fica em Barcelona, também questiona gêneros em suas criações casuais e confortáveis.

O projeto Estufa (que acontece com o patrocínio do Santander) também segue como um dos protagonistas do SPFW – e, nesta temporada, contará com a estreia de uma marca vinda da plataforma Top Five (desfile coletivo realizado em parceria com o Sebrae, que reúne jovens grifes de diversas partes do país), a LED.

 

Fonte: vogue por VÍVIAN SOTOCÓRNO

Tags:

Posts Relacionados

LEAVE A COMMENT

Autora


ViCk Sant' Anna

Facebook FanPage

Conheça mais

Parceiros